PARATISSIMA LISBOA é um desafio inovador para a arte contemporânea e o espaço urbano, constituindo-se como um grande evento público, colaborativo, inclusivo e democrático, de elevado potencial transformador para o território e para os artistas. Primeiro, porque o processo de curadoria colaborativa, baseado na pesquisa etnográfica, faz a arte invadir o território mas de forma integrada e adaptada ao espaço e aos seus moradores. Segundo, a dinâmica do evento em si e o diálogo gerado entre todos os atores é fortemente catalisadora de mudança social, desde a percepção da arte, à valorização do património e aos efeitos económicos no território. Terceiro, porque para muitas dezenas de artistas e outros agentes culturais é não só um processo de capacitação e profissionalização para o sector, mas um processo de consciência social e competência cultural com efeitos multiplicadores e potencial de replicação.

A Junta de Freguesia de Santa Maria Maior - promotora do evento Paratissima Lisboa 2016 - e o EBANOCollective - criadores e organizadores - acreditam que PARATISSIMA constituirá um marco na reflexão e na prática da arte contemporânea e da intervenção no espaço público, particularmente importantes neste momento de rápidas transformações urbanas em virtude da crise, do crescimento do turismo e de novas tensões sociais e geracionais do centro histórico de Lisboa.

A edição de 2016 trouxe a arte contemporânea no espaço público, num percurso de 2,5Km entre Alfama, Castelo e Mouraria cheio de talento, criatividade e vontade de interagir com a cidade e os seus habitantes.

 

Percurso Paratissima Lisboa 2016

mapa do percurso com detalhe

PARATISSIMA TURIM

PARATISSIMA nasce em Turim em 2004, num movimento de ruptura com a musealização e elitização da arte contemporânea, propondo uma exposição coletiva destinada à apresentação de artistas, criativos, fotógrafos, ilustradores, designers e estilistas emergentes que ainda não entraram no circuito oficial da arte e dos artistas afirmados, e que desejam experimentar um contexto dinâmico de grande visibilidade e se relacionar com uma ampla audiência. Ao mesmo tempo desenvolve a capacitação e a promoção destes artistas através da criação de redes, da circulação internacional de obras, da galeria online PARAMARKET, e da organização de workshops e formação especializada destinada aos agentes culturais e às indústrias criativas. Com uma média de 500 artistas e 100.000 visitantes anualmente, Paratissima tornou-se o evento de arte contemporânea mais visitado em Itália.